Um tweet em favor da Marcha das Vadias

Na tarde desta quinta-feira (16), simpatizantes da Marcha das Vadias de todo País promoveram um twittaço. A intenção era divulgar os ideais da manifestação, além de promover o evento por meio do Twitter.  A ação será simultânea em três Estados brasileiros. Em Brasília, Belo Horizonte e Florianópolis a marcha acontece neste sábado (18), a partir das 12h da tarde.

O twittaço estava marcado para as 15h, mas bem antes do inicio mulheres e homens já usavam a rede social como ferramenta de denúncia contra a violência sofrida por mulheres. Quando o twittaço começou, milhares de pessoas pediam em seus Twitters por mais respeito e divulgaram o evento previsto para sábado, seguido de #marchadasvadias .

A mensagem passada pela manifestação é de que os homens não têm o direito de abusar sexualmente das mulheres, independentemente do que elas estejam vestindo. Segundo as manifestantes, a marcha é um pedido de respeito e um grito de liberdade das mulheres.

Levantamento da Secretária de Segurança Pública do Distrito Federal (SSP/DF) aponta que somente no Distrito Federal, em cinco meses foram 283 casos registrados de mulheres estupradas.

Em Brasília, a concentração da marcha acontece em frente ao shopping Conjunto Nacional. Os manifestantes vão percorrer a Rodoviária, a Torre de TV e seguir para o Parque da Cidade.

No mundo, a primeira Marcha das Vadias aconteceu em Toronto, no Canadá. A manifestação reuniu cerca de três mil pessoas. Mulheres de todas as idades, e alguns homens, saíram às ruas para protestar. A iniciativa foi teve início dias após uma palestra proferida a um grupo de estudantes da Universidade de York, em janeiro deste ano. A palestra abordava como evitar a violência sexual.

Na ocasião o palestrante e policial, Michael Sanguinetti, disse ao público feminino presente a seguinte frase: “As mulheres deveriam evitar se vestir como vagabundas (sluts) para não se tornarem vítimas”.

No Brasil, a Marcha das Vadias já aconteceu em algumas cidades. No último sábado (11), na cidade do Recife, em Pernambuco, mais de 200 mulheres foram para as ruas, vestidas com roupas curtas, para protestar contra a violência.

Na cidade de São Paulo a manifestação foi no dia 4 de junho, há um pouco mais de 10 dias. Um pouco mais de 300 mulheres protestaram. Não só no Brasil, após a iniciativa das estudantes universitárias canadenses está se espalhando mundo a fora. A Marcha das Vadias já aconteceu em vários países além do Brasil. Manifestantes femininas dos Estados Unidos, Argentina, Holanda e México já saíram para as ruas com palavras de ordem contra o machismo e a violência.

Em Brasília, grupos já se reúnem para a produção de materiais que serão utilizados na Marcha das Vadias. Nesta quinta-feira um grupo de pessoas se reúne, às 18h30, para a oficina de cartazes da Marcha das Vadias. O grupo estará concentrado na FA/UnB.

Fonte: ClicaBrasília

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: