Nota de repúdio à tentativa de criminalização de movimentos sociais no DF

A Marcha das Vadias – DF repudia a recente exposição de membros do Grupo Brasil e Desenvolvimento (B&D) em rede nacional, assim como as detenções preventivas de pessoas ligadas ao Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST), devido ao ato de manifestação #copapraquem na sexta-feira da semana passada (14 de junho de 2013).  Desde então militantes tiveram suas identidades expostas, de forma depreciativa e caluniosa como se fossem “terroristas”, pela Secretaria de Segurança Pública do Governo de Distrito Federal, em clara tentativa de criminalizar o movimento e restringir liberdades de atuação política dos membros do grupo.

Embora nossa Constituição tenha entre os objetivos fundamentais a construção de uma sociedade livre e a garantia do direito fundamental à livre manifestação do pensamento, casos de perseguição política são cada vez mais comuns. Sob o manto da democracia e da nossa constituição, temos a falsa segurança de que os tempos sombrios das perseguições durante a ditadura militar ficaram para trás. Entretanto, na tentativa clássica de deslegitimar a luta dos movimentos sociais, estes são com frequência alvos de tentativas de criminalização, bem como de manipulação por parte de governos e da mídia comprada que os apoia. O coletivo Marcha das Vadias DF repudia qualquer forma de cerceamento da liberdade de expressão e de manifestação, principalmente quando tem nítido caráter persecutório.

O movimento B&D e o MTST têm várias pautas que coincidem com as quais lutamos como Marcha das Vadias –DF. Integrantes de ambos os grupos  estiveram presentes em lutas conjuntas. Algumas integrantes do B&D também integram a Marcha das Vadias-DF.

Mayra Cotta, uma das integrantes do B&D que teve sua foto estampada em várias mídias, é uma companheira vadia. O Governo do Distrito Federal, assim como alguns veículos de comunicação tentaram estabelecer uma relação de incoerência entre o exercício de sua profissão e sua militância. A Constituição Federal garante a qualquer cidadã e cidadão o direito a manifestar-se e a protestar, independentemente do cargo que ocupe. Atestamos o comprometimento de nossa companheira com as causas pelas quais lutamos e reafirmamos nosso apoio e solidariedade a ela neste momento de perseguição política. Não nos calaremos! Mexeu com uma, mexeu com todas!

Anúncios
Etiquetado , , , , , , ,

2 pensamentos sobre “Nota de repúdio à tentativa de criminalização de movimentos sociais no DF

  1. Fica meu apoio não só à Mayra e ao Gustavo, mas a todas e todos que lutam por um país melhor, independemente da ideologia que professem ou do cargo que ocupem.

  2. Faço minhas as palavras do Chronos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: